Bichectomia, a cirurgia plástica pouco invasiva que afina o rosto

O rosto possui diversas estruturas com compartimentos de gordura. Um deles se estende quase que ao longo de toda a superfície lateral do rosto, desde a têmpora até próximo à mandíbula. E é nessa região que é feita a Bichectomia, uma cirurgia plástica considerada pouco invasiva que serve para amenizar bochechas arredondadas. Tal aspecto que ocorre por conta do compartimento de gordura citado, conhecido como Bola ou Bolsa de Bichat, em homenagem ao anatomista francês que primeiro o descreveu. Bichectomia que existe desde a década de 1980 e ganhou notoriedade pela adesão de famosos.

A bichectomia não pode ser considerada um procedimento apenas estético, uma vez que muitas pessoas costumam morder a própria bochecha, quando a quantidade de gordura na região é grande, o que será corrigido com tal procedimento. E o recomendável é que apenas maiores de 18 anos sejam submetidos a uma bichectomia, pois até tal idade, o desenvolvimento da face não está completo. E ainda é importante citar que o excesso de gordura na região, a Bola ou Bolsa de Bichat, não está necessariamente relacionado ao peso corporal do paciente em questão.

O PROCEDIMENTO

A bichectomia é realizada com uma incisão na cavidade oral para que o compartimento de gordura, localizado abaixo de estruturas nobres da região facial, possa ser alcançado. O excesso de gordura será retirada por tal incisão. É fundamental que o paciente busque um profissional credenciado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a SBCP, uma vez que a região de acesso fica próxima ao óstio do ducto parotídeo (por onde a saliva chega à boca) e próxima de ramos bucais do nervo facial, que são responsáveis, por exemplo, pela movimentação de parte da musculatura da boca. O fechamento das incisões é feito com pontos. Pontos que cairão sem o auxílio do cirurgião durante o pós-operatório.

O pós-operatório é considerado curto e pouco dolorido. É importante evitar a ingestão de alimentos sólidos, dando preferência a alimentos gelados nas primeiras horas após a cirurgia. Alimentos com resíduos como farelos e grãos também precisam ser evitados, pois podem ficar acumulados no local do ponto. O paciente receberá medicação por alguns dias e receberá a recomendação de aplicar gelo no local, para evitar o inchaço, e evitar a exposição ao sol. É possível perceber o resultado da bichectomia em cerca de três semanas, mas o resultado final será evidenciado seis meses após a cirurgia.

RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES

Antes de projetar se submeter a uma cirurgia plástica para fins de estética ou saúde é essencial buscar um profissional licenciado pelo conselho de medicina local e que faça parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a SBCP, para qualquer procedimento. Clique aqui e tenha informações sobre todos os cirurgiões cadastrados.

Pesquise sobre o cirurgião escolhido e, ao iniciar o processo que culminará com a intervenção cirúrgica, não omita nenhuma informação sobre seu histórico médico, além de elucidar todas as dúvidas sobre os riscos e o alcance do procedimento. Acesse e conheça os passos para uma cirurgia plástica segura.

Outras Notícias