Saiba mais sobre a blefaroplastia, cirurgia que garante uma aparência rejuvenescida

Ter um rosto mais belo e com aparência jovem é muito mãos do que um sonho, mas um objetivo para pessoas de todas as idades. Só que o tempo passa para todos, e por isso, é muito difícil controlar as reações do corpo com a passagem dos anos. Um dos primeiros lugares a ser afetado é o rosto, especialmente na região dos olhos. Um olhar com aparência cansada é um dos principais sinais do avançar da idade. Isto porque, conforme os anos passam, a elasticidade e a firmeza da pele vão perdendo o seu vigor. Mas a solução para aliviar estes sinais existe e se chama cirurgia das pálpebras ou blefaroplastia.

O que é blefaroplastia

A cirurgia das pálpebras é uma das cirurgias da região da face mais procuradas por mulheres e homens também, e pode ser realizada por pessoas acima de 40 anos. Esta cirurgia plástica é feita tanto na pálpebra inferior como superior, e tem como objetivo remover o excesso de gordura que cria “bolsões” e inchaços, além de corrigir a pele frouxa e flexível que causa rugas, dobras e até um incômodo para a visão.

Na pálpebra inferior, especificamente, ela atua para remover o excesso de pele e pequenas rugas, corrigindo também a queda das pálpebras e as bolsas de gordura salientes sob os olhos.

Como é feita a cirurgia das pálpebras

Antes de fazer este ou qualquer outro procedimento, é preciso reforçar um ponto importantíssimo: uma cirurgia plástica deve ser feita somente pensando no próprio bem-estar do paciente, e jamais para buscar se enquadrar em algum padrão estético ou para ficar parecido com alguém. Pesquisar, conversar, buscar um cirurgião especialista é fundamental, por isso, escolha um profissional licenciado pelo conselho de medicina local e que faça parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a SBCP, para qualquer procedimento. Clique aqui e tenha acesso aos cirurgiões cadastrados.

Pesquise sobre o cirurgião escolhido e, ao iniciar o processo que culminará com a intervenção, não omita nenhuma informação sobre seu histórico médico: toda consideração é importante e vai auxiliar o profissional para a realização da operação. Além disso, trate de elucidar todas as dúvidas sobre os riscos e o alcance do procedimento. Acesse e saiba quais são os quatro passos para uma cirurgia plástica segura.

Passado o período pré-operatório, no momento da cirurgia a paciente recebe uma anestesia local ou geral, de acordo com o que o profissional considerar mais adequado. As incisões da cirurgia de pálpebra são programadas para deixar as cicatrizes escondidas dentro das estruturas da região, evitando assim que elas fiquem visíveis e causem desconforto à paciente. Estas incisões são fechadas através de suturas removíveis ou absorvíveis, além de adesivos de pele para ajudar na fixação.

O procedimento é relativamente simples e dura entre 1h a 2h, sendo que o tempo de internação varia entre 6h a 12h, para observação inicial.

Recuperação física, satisfação para o bem-estar

A recuperação de uma cirurgia das pálpebras costuma ser bastante tranquila, visto que o procedimento é simples. Porém, alguns cuidados ainda serão necessários, visto que durante este período, inchaços e equimoses (sangramento que ocorre e penetra nos tecidos, causando manchas roxas) na topografia óribto-palpebral são relativamente comuns. Além disso, a exposição solar direta deve ser evitada por até dois meses. Já o retorno às atividades normais, com cautela, pode ser feito em até sete dias, desde que não haja esforço físico envolvido.

Seguindo as recomendações corretamente, os resultados aparecerão e a paciente voltará a sentir-se bem com o próprio rosto e aparência, contribuindo imensamente para a sua qualidade de vida.

É sempre bom lembrar

Antes de se candidatar a uma cirurgia plástica, é essencial buscar um profissional licenciado pelo conselho de medicina local e que faça parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a SBCP, para qualquer procedimento. Clique aqui e tenha informações sobre todos os cirurgiões cadastrados.

Pesquise sobre o cirurgião escolhido e, ao iniciar o processo que culminará com a intervenção cirúrgica, não omita nenhuma informação sobre seu histórico médico, além de elucidar todas as dúvidas sobre os riscos e o alcance do procedimento. Acesse e conheça os passos para uma cirurgia plástica segura.

Outras Notícias