Cirurgia pós-bariátrica, a etapa final do processo de perda de peso

Pessoas obesas que se submeteram a cirurgias, dietas ou ao uso de medicamentos para perderem grande quantidade de peso podem precisar de uma cirurgia pós-bariátrica com a finalidade de melhorar o contorno corporal. Tal necessidade surge pela consequente flacidez em diferentes regiões do corpo, algo natural após considerável perda de peso. A pele, que foi severamente estendida, passa a não ter mais sustentação. A cirurgia pós-bariátrica melhora a forma e o tônus do tecido subjacente, removendo o excesso de gordura e de flacidez do paciente em questão. É a fase final do processo de perda de peso.

A cirurgia pós-bariátrica é indicada para melhorar a estética corporal em pacientes pós-obesos que, sem exceção, cumpriram o período de estabilização e manutenção de peso. Perda de peso que precisa estar estabilizada, já que se a pessoa continuar emagrecendo, a flacidez reaparecerá e, caso o paciente volte a ganhar peso rapidamente, ele estressará a já enfraquecida pele, o que causará estrias e cicatrizes significativas.

Após a já citada considerável perda de peso, os braços ficam flácidos, as mamas podem achatar, com os mamilos apontados para baixo e o abdômen pode se estender nas laterais e zona inferior das costas. Já as nádegas, a virilha e as coxas apresentarão flacidez. São essas as regiões que podem ser reparadas em uma cirurgia pós-bariátrica. O lifting de coxa e braço corrigirá a flacidez nas regiões. A elevação da mama corrigirá a flacidez e os seios caídos. Já o lifting da parte inferior do corpo garantirá o reparo da flacidez do abdômen, nádegas, virilha e culotes.

A CIRURGIA PÓS-BARIÁTRICA

O tempo de internação para ser submetido a uma cirurgia pós-bariátrica varia, podendo ser de um a três dias. Já a duração do procedimento depende do seu alcance, de quantas regiões serão reparadas e a anestesia é, na maioria dos casos, geral. O cirurgião plástico determinará qual é a melhor opção. É válido ter o auxílio de uma pessoa próxima após a cirurgia, para passar, por exemplo, a primeira noite no hospital.

Todo e qualquer procedimento de contorno corporal necessita de incisões para a remoção do excesso de pele, sendo que, em muitos casos, tais incisões podem ser extensas. O comprimento e o padrão das incisões dependerão da quantidade e da localização da pele que precisa ser removida. O julgamento do cirurgião plástico também é levado em conta. A cirurgia pós-bariátrica em si é, geralmente, realizada em etapas. A condição do paciente e suas expectativas, além da opinião do profissional escolhido são fundamentais para determinar qual será o planejamento.

O pós-operatório consiste no uso de curativos ou bandagens sobre as incisões. Um dreno temporário pode ser colocado sob a pele, com a finalidade de drenar o possível excesso de sangue de fluídos que possam acumular. O paciente receberá instruções especiais após a cirurgia. Instruções de como, por exemplo, cuidar dos drenos, quais medicamentos ingerir para reduzir possíveis infecções e de que maneira será feito o acompanhamento pós-operatório.

RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES

Antes de pensar em uma cirurgia plástica para fins de estética ou saúde é fundamental buscar um profissional licenciado pelo conselho de medicina local e que faça parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a SBCP, para qualquer procedimento. Clique aqui e tenha acesso aos cirurgiões cadastrados.

Pesquise sobre o cirurgião escolhido e, ao iniciar o processo que culminará com a intervenção, não omita nenhuma informação sobre seu histórico médico, além de elucidar todas as dúvidas sobre os riscos e o alcance do procedimento. Acesse e conheça os passos para uma cirurgia plástica segura.

Outras Notícias