Cruroplastia, uma alternativa para ter pernas mais definidas

Estar bem com o próprio corpo é fundamental para ter mais qualidade de vida. Mas algumas situações, mesmo que sem tanta importância, podem fazer uma grande diferença e influenciar diretamente o seu dia a dia. Por exemplo: sabe quando a calça começa a enroscar na parte inferior das coxas? Isto pode causar problemas de autoestima, pois o excesso de gordura na região impedirá fará a pessoa conviver diariamente com a situação, sentindo-se inapta a utilizar roupas curtas. Este aumento na região acontece por diversos motivos: excesso de gordura, aumento de peso, falta de exercícios físicos, idade e até mesmo como resultado de uma lipoaspiração. Mas existe uma solução: a cruroplastia, o melhor procedimento para devolver a naturalidade e definir o formato das pernas e coxas.

O que é cruroplastia?

A cruroplastia é conhecida também como lifting de coxas, e atua na remoção do tecido excedente de forma simples e prática. Caso esta seja uma opção para a paciente, o primeiro passo é conversar com um cirurgião plástico qualificado e habilitado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a SBCP, para qualquer procedimento. Clique aqui e tenha informações sobre todos os cirurgiões cadastrados. Em conjunto, será possível definir objetivos e analisar se o procedimento é ou não a melhor alternativa para o tratamento.

Definido o dia da operação, é recomendado fazer refeições leves e evitar a ingestão de álcool, cigarro e medicamentos, pois suas substâncias podem interferir na boa realização do procedimento.

Como é feita a cirurgia?

No dia marcado, é feita uma anestesia peridural (na lombar, com administração permanente), raquidiana ou geral, de acordo com a avaliação prévia da equipe cirúrgica. A duração de uma cruroplastia gira em torno de 4 horas, com o período total de internação variando de 12 a 24 horas.

Passado o período de observação, é fundamental deixar a área limpa e seca, para que não haja uma mudança na disposição das fitas, que servem como contenção e curativo no local. Estas deverão ser trocadas sete dias após o procedimento, junto com o cirurgião plástico, que fará também o acompanhamento da recuperação, a evolução do corpo às novas formas e também dará possíveis orientações para a melhora do tratamento.

E como é o pós-operatório?

Após duas semanas, é recomendado realizar uma visita ao cirurgião plástico para a retirada total das fitas e também para iniciar o acompanhamento do tratamento, que deve continuar nos meses seguintes. Em todo o período de recuperação, a paciente não deve forçar, apoiar, deitar ou sentar sobre o local da cirurgia nas primeiras três semanas, usando malhas elásticas cirúrgicas e evitando banhos quentes, e o mais importante: não fazer nenhuma atividade física que force a região por até três meses, além de evitar a exposição ao sol, que pode ocasionar uma mancha na cicatriz.

Mais autoestima e qualidade de vida para você

Converse com o Cirurgião Plástico de sua confiança e descubra se a cruroplastia é o procedimento ideal para você.

Outras Notícias