Produtos à base de silicone são eficazes no tratamento de cicatrizes

O silicone não é uma alternativa apenas para proporcionar seios maiores, através de uma mamoplastia de aumento. Especialistas de diversos países que trabalham na busca de tratamentos que previnem e/ou suavizem cicatrizes resultantes de cirurgias, queimaduras, traumas ou infecções concluíram que o uso de silicone para combater cicatrizes hipertróficas ou queloides é eficaz. Conclusão que garante uma nova perspectiva para quem precisa lidar tal problema.

Um estudo intitulado “Management of scars. Updated practical guidelines and use of silicones” (Gestão de cicatrizes: orientações práticas atualizadas e uso de silicones) reuniu um grupo internacional multidisciplinar composto por 24 especialistas em cicatriz nos Estados Unidos. O grupo conduziu uma pesquisa cuja meta era atualizar um conjunto de orientações voltadas para a prevenção e o tratamento de cicatrizes. E o resultado do estudo apontou que produtos à base de silicone, como folhas e géis – considerados métodos não invasivos – podem ser indicados como opções de primeira linha na prevenção e no tratamento de cicatrizes.

O Tratado de Cirurgia Dermatológica, Cosmiatria e Laser, lançado ainda em 2012, destaca que a ação benéfica do uso do silicone decorre da oclusão e hidratação que o mesmo proporciona à ferida. Isso permite a diminuição da atividade capilar, de hiperemia e da deposição de colágeno.

Um estudo prospectivo realizado na Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, envolveu, entre 2007 e 2009,  128 pacientes. Todos haviam sido submetidos a cirurgias plásticas e tinham indicação para o tratamento de cicatrizes. A meta era buscar o melhor resultado estético que pudesse ser alcançado. E a conclusão da análise mostrou que o uso de silicone em gel foi útil na melhora de cicatrizes recentes, melhorando melhorando parâmetros subjetivos e objetivos, como prurido e endurecimento.

Adesivos de Silicone

Os adesivos de silicone,  são feitos para aplicação direta na cicatriz. Não tem a necessidade de medicamentos adicionais. Eles atuam na hidratação da cicatriz e ainda garantem uma leve compressão. Isso auxilia no processo de redução da espessura da cicatriz, melhorando a coloração, textura e uniformidade da região tratada. Um outro estudo realizado no ano passado – seguindo as determinações do Conselho Nacional de Saúde (CNS) – confirmou o aumento da hidratação da pele em 100% dos 50 pacientes que fizeram parte do estudo com o uso de adesivos.

Cicatrizes são consequências inevitáveis em cirurgias plásticas. É fundamental procurar um profissional que faça parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a SBCP. Clique aqui e tenha informações sobre todos os cirurgiões plásticos cadastrados. A escolha de um profissional capacitado garantirá êxito no procedimento que for feito, diminuindo os riscos inerentes e proporcionando satisfação com o resultado.

Outras Notícias