Blefaroplastia

Cirurgia Plástica em Porto Alegre – blefaroplastia:

O rosto é um dos primeiros locais do corpo a apresentar os sinais da idade. Como, por exemplo, o excesso de pele e bolsas de gordura na região das pálpebras superiores ou inferiores, que aparecem com o passar do tempo. Para isso, a blefaroplastia surge como um eficiente procedimento para o rejuvenescimento facial, amenizando o “cansaço” decorrente do envelhecimento, exposição solar e fatores hereditários.

O procedimento é indicado para homens e mulheres, acima de 40 anos, que apresentem excesso de pele, bolsas de gordura salientes, flacidez ou alteração das posições das pálpebras.

Para fazer uma blefaroplastia, o primeiro passo é procurar o Cirurgião Plástico de sua confiança. Procure por alguém devidamente habilitado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) para a realização deste e de qualquer outro procedimento plástico. Veja aqui a lista de médicos habilitados. Na consulta, serão debatidos os motivos que levaram a paciente a escolher o procedimento, cuidados que devem ser tomados, e o cirurgião dará sua opinião profissional sobre os resultados possíveis, para que a paciente não tenha objetivos irreais.

Anestesia

Na blefaroplastia, o mais comum é realizar uma anestesia local com sedação do paciente, mas em alguns casos, também pode ser utilizada a anestesia geral.

Duração do procedimento

A blefaroplastia é relativamente rápida, mas o tempo correto varia de acordo com a área a ser operada. Normalmente, a duração fica entre 1h e 2h. O seu Cirurgião fará uma incisão dentro das estruturas naturais das pálpebras, que servirá para retirar o excesso de pele e remover os sinais de quedas do local. Estas incisões serão fechadas com suturas removíveis ou absorvíveis, e também com adesivos de pele.

Tempo de internação

Após a Blefaroplastia, é necessário ficar internado por um período entre 6h a 12h. Isso varia de acordo com a evolução e recuperação, para que uma equipe especializada acompanhe a adaptação da região às novas formas.

Recuperação

Na primeira semana, é comum o paciente apresentar um edema (inchaço) e equimose na topografia órbito-palpebral. Deve-se evitar exposição solar direta por dois meses. Deve-se também, voltar as atividades diárias em sete dias, desde que não faça esforço físico. Outros cuidados fundamentais para a correta recuperação da blefaroplastia é utilizar medicamentos e pomadas indicadas pelo Cirurgião. Além de higienizar a região regularmente; utilizar óculos escuros para evitar a exposição direta à luz solar; e dormir de barriga pra cima nas primeiras semanas, para evitar pressão desnecessária na região.

  • For homem ou mulher adulto, com tecido facial e músculos saudáveis, com metas realistas sobre a cirurgia.
  • Não for fumante.
  • Estiver ciente de que os resultados finais aparecerão dentro de algumas semanas, mas que pode levar até um ano para as linhas de incisões desaparecerem.
  • For saudável, sem patologias que prejudiquem a cicatrização ou aumentem os riscos.
  • Não possuir problemas oculares graves.
  • Tiver consciência de que o envelhecimento é um processo natural, e que novos sinais podem aparecer com o tempo.

Utilize esta lista de perguntas como um guia durante sua consulta.

  • Você é especialista registrado na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica?
  • Você foi treinado, especificamente, no campo da Cirurgia Plástica?
  • Quantos anos de treinamento você possui?
  • A instalação do centro cirúrgico de seu consultório é autorizada pela Vigilância Sanitária?
  • Quantos procedimentos iguais a este você já realizou?
  • Sou um bom candidato para este procedimento?
  • O que eu posso fazer para que os melhores resultados sejam obtidos?
  • Onde e como o procedimento será realizado?
  • Qual a técnica cirúrgica mais recomendada para o meu caso?
  • Qual o tempo de recuperação e que tipo de ajuda irei precisar neste período?
  • Quais os riscos e complicações associados ao procedimento?
  • Como as complicações são tratadas?
  • Qual será a aparência de meus olhos ao longo do tempo?