Blefaroplastia

Blefaroplastia, para um olhar mais jovial. A beleza do rosto é muito valorizada em nossa sociedade, afinal, não podemos esconder quem somos. Com tanta exposição, pacientes buscam durante toda a vida métodos e técnicas de tratamentos que disfarcem os sinais da idade e ofereçam em troca um resultado mais firme e jovem. Porém, é no rosto que os primeiros sinais do tempo são perceptíveis.

Entre os principais sinais, está o excesso de pele e bolsas de gordura na região das pálpebras inferiores e superiores, dando uma aparência de olhar “cansado”. Isto é normal para todas as pessoas, mas para muita gente, pode causar um certo incômodo e desconforto, tanto físico quando, principalmente, psicológico, impactando a sua autoestima e o seu bem-estar.

Mas, assim como os sinais aparecem, é possível removê-los com as mais avançadas técnicas da cirurgia plástica, em um procedimento simples, seguro e muito eficiente chamado blefaroplastia.

O que é blefaroplastia

A blefaroplastia é uma cirurgia plástica que reposiciona as pálpebras no rosto, removendo o excesso de gordura, músculo e pele, contribuindo para aliviar o aspecto de rugas e linhas de expressão. Apesar de ser muito procurada por pessoas que buscam acabar com a aparência de um olhar cansado, a blefaroplastia também pode ser realizada em pacientes que estejam insatisfeitas com a forma e a posição de suas pálpebras, especialmente quando estão desalinhadas ou em desconformidade com o restante do rosto, decorrente não de envelhecimento ou um trauma/acidente, mas de nascença.

Nos casos onde a blefaroplastia é recomendada para o rejuvenescimento do olhar, podem se submeter ao tratamento tanto homens quanto mulheres, especialmente acima dos 40 a 45 anos, idade em que os sinais do tempo, fatores hereditários e exposição solar são muito visíveis, comprometendo a estética facial.

Antes de realizar qualquer procedimento estético, o primeiro e mais importante passo é escolher bem o cirurgião plástico que fará a operação. Com a popularização dos procedimentos, muitos médicos fazem cirurgias sem as condições ideais de segurança e limpeza, colocando em risco a saúde de suas pacientes, e aí, aquela cirurgia barata acaba saindo caro. Procure sempre um profissional de confiança, que seja reconhecido por sua competência no mercado e que seja devidamente habilitado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) para a realização deste e de qualquer outro procedimento plástico. Veja aqui a lista de médicos habilitados. Isto garante que a cirurgia será realizada seguindo rigorosos critérios, utilizando materiais de qualidade em um ambiente limpo.

Pré-operatório

Na primeira consulta, serão debatidos os motivos que levaram a paciente a escolher realizar uma blefaroplastia, os cuidados que devem ser tomados, e o cirurgião dará a sua opinião profissional e realista sobre os resultados possíveis a serem alcançados, para que não sejam idealizados objetivos irreais. Por exemplo: apesar de melhorar o aspecto visual da região dos olhos, a blefaroplastia não atua na eliminação ou alívio direto de rugas ou os populares “pés de galinha”.

Existem, ainda, diversos tipos de blefaroplastia, de acordo com a região e o objetivo de cada paciente:

  • Blefaroplastia da pálpebra inferior ou superior, objetiva remover o excesso de gordura ou pele;
  • Blefaroplastia das pálpebras e sobrancelhas, recomendada quando a paciente busca ter mais firmeza no olhar, elevando a posição das sobrancelhas.

Como é o procedimento

A blefaroplastia é uma cirurgia plástica relativamente simples, e apesar do tempo correto de duração variar de acordo com cada caso e com a área a ser operada, geralmente é possível realizar a operação em cerca de 1h a 2h. O mais comum é que seja feita uma anestesia local, com sedação da paciente, mas algumas pacientes podem ser mais resistentes, tendo que optar por uma anestesia geral. Seja qual for o caso, o tipo de anestesia será sugerida pelo profissional da área médica, com a paciente de acordo, para garantir a segurança durante a operação.

Após a aplicação da anestesia, o cirurgião plástico fará uma incisão dentro das estruturas naturais das pálpebras, que servirá para retirar o excesso de pele e remover os sinais de queda do local. Estas incisões são facilmente fechadas com suturas removíveis ou absorvíveis, além de adesivos de pele.

Mesmo sendo simples, é preciso de um tempo de internação que varia de 6h a 12h. Isto porque as primeiras horas após qualquer procedimento plástico são muito importantes para a recuperação, por isso, durante este tempo, profissionais especializados estarão disponíveis e irão acompanhar a aceitação das pálpebras às suas novas faces.

Recuperação, crucial para bons resultados

Como todo procedimento estético, a recuperação é um período crítico para a obtenção dos melhores resultados. Por isso, é fundamental que a paciente siga todas as recomendações do cirurgião. Na primeira semana, é bastante comum a região apresentar um edema (inchaço) e equimose (hematoma) na topografia órbito-palpebral. Deve-se evitar exposição solar direta por, pelo menos, dois meses. Isto porque a luz solar e o calor podem prejudicar a recuperação.

Além disso, as atividades físicas só podem ser retomadas após sete dias, desde que não seja necessário um esforço físico extremo, para evitar que algum movimento brusco cause a ruptura das suturas. Outros cuidados fundamentais incluem a utilização dos medicamentos recomendados pelo cirurgião plástico; higienizar regularmente a região, com as soluções prescritas; utilizar óculos escuros, diminuindo assim a exposição direta à luz solar; e dormir de barriga para cima, para evitar pressão desnecessária na região.

Resultados que embelezam o seu rosto

Assim como outros procedimentos estéticos, como a aplicação de toxina botulínica, a blefaroplastia não é definitiva. A ação do tempo, embora possa ser retardada e maquiada, não é completamente superada. Mas, seguindo as recomendações médicas e mantendo bons hábitos alimentares e físicos, é possível que o resultado da blefaroplastia seja satisfatório por um período que pode durar até oito anos.

Se você quer melhorar a estética facial e garantir um visual mais jovial para a região dos olhos, entre em contato e agende uma consulta. Vamos conversar sobre a cirurgia e muito mais, solucionando suas dúvidas e deixando você mais tranquila quanto a operação. Quem sabe uma blefaroplastia não seja exatamente o que você precisa para viver com ainda mais alegria e bem-estar?

  • For homem ou mulher adulto, com tecido facial e músculos saudáveis, com metas realistas sobre a cirurgia.
  • Não for fumante.
  • Estiver ciente de que os resultados finais aparecerão dentro de algumas semanas, mas que pode levar até um ano para as linhas de incisões desaparecerem.
  • For saudável, sem patologias que prejudiquem a cicatrização ou aumentem os riscos.
  • Não possuir problemas oculares graves.
  • Tiver consciência de que o envelhecimento é um processo natural, e que novos sinais podem aparecer com o tempo.

Utilize esta lista de perguntas como um guia durante sua consulta.

  • Você é especialista registrado na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica?
  • Você foi treinado, especificamente, no campo da Cirurgia Plástica?
  • Quantos anos de treinamento você possui?
  • A instalação do centro cirúrgico de seu consultório é autorizada pela Vigilância Sanitária?
  • Quantos procedimentos iguais a este você já realizou?
  • Sou um bom candidato para este procedimento?
  • O que eu posso fazer para que os melhores resultados sejam obtidos?
  • Onde e como o procedimento será realizado?
  • Qual a técnica cirúrgica mais recomendada para o meu caso?
  • Qual o tempo de recuperação e que tipo de ajuda irei precisar neste período?
  • Quais os riscos e complicações associados ao procedimento?
  • Como as complicações são tratadas?
  • Qual será a aparência de meus olhos ao longo do tempo?