Lifting Facial – Ritidoplastia

Manter uma boa aparência por toda a vida é um sonho de muita gente. Afinal, quem é que não gostaria de ter a pele sempre bela, jovem, lisa e tonificada? Com este objetivo em mente, é cada vez maior a procura por tratamentos alternativos que buscam retardar as ações do tempo. Isto, porém, mostra-se ineficiente no longo prazo, uma vez que é natural do nosso organismo que o avançar da idade torne a pele mais flácida, propiciando o surgimento das indesejadas rugas e linhas de expressão.

Sinais de envelhecimento incomodam muita gente, mas para resolver esta situação, as técnicas de cirurgia plástica evoluíram e criaram alternativas para melhorar a aparência da pele de maneira mais natural. Assim, nasceu a ritidoplastia, conhecida também como lifting facial, que melhora consideravelmente a aparência do rosto, devolvendo a suavidade das expressões, restaurando contornos perdidos com o tempo e voltando a dar jovialidade para a face e também para o pescoço.

Lifting facial, trazendo melhorias à sua aparência

A ação do tempo sobre o nosso corpo é inevitável e ninguém pode escapar. Mas, além disso, fatores que estão em nosso controle também podem comprometer e acelerar ainda mais estas ações. Tabagismo, álcool, excesso de exposição solar e uso de produtos químicos em excesso, como maquiagens e cremes, reduzem a produção de colágeno e elastina da pele, principais substâncias responsáveis por sua renovação celular. Com isso, as células não se desenvolvem mais com tanta rapidez e eficiência, fazendo com que surjam aquelas indesejadas linhas de expressão.

Além disso, com o enfraquecimento do rejuvenescimento celular, é comum a pele perder muito de seu volume e sustentação, passando a apresentar uma aparência de queda e flacidez não só da pele, como também dos músculos faciais.

Nestes casos, uma ritidoplastia, também conhecida como lifting facial, apresenta-se como o procedimento ideal para devolver a homens e mulheres uma aparência mais jovem e saudável, firme e desejável, levantando as linhas do rosto, suavizando de maneira considerável os vincos e linhas de expressão, promovendo assim um melhor contorno e harmonia facial.

É importante ressaltar que, apesar de promover mudanças visíveis no rosto, esta mudança não é significativa a ponto de alterar profundamente suas formas. Ou seja, o lifting facial não se destina a pacientes que buscam alterar a sua aparência, mas sim àqueles que entendem e gostariam de rejuvenescer sua atual forma.

Procure um profissional devidamente habilitado

Esta diferença é facilmente esclarecida logo na primeira consulta, que deve ser feita com um cirurgião plástico de extrema competência e confiança. Isto porque, com a popularização das técnicas, muitos médicos pouco especializados se oferecem para realizar a operação, mesmo em pacientes onde ela não é indicada ou necessária. Por isso, procure sempre um profissional que seja devidamente habilitado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) para a realização deste e de qualquer outro procedimento plástico. Veja aqui a lista de médicos habilitados.

Logo na primeira consulta, é fundamental para a paciente ser transparente em relação às expectativas e objetivos que o levaram a buscar um lifting facial. E, com uma conversa franca, ficará ao médico especialista dar o aval para a realização, ou não, da operação, analisando exames e se a paciente está apta ou não à sua realização.

Como é o procedimento

Para garantir mais segurança, comodidade e tranquilidade à paciente, é realizada uma anestesia, que pode ser local, com sedação da paciente, ou ainda geral. Isto dará, também, ao médico, o tempo necessário para realizar a operação sem o risco da paciente se movimentar durante o procedimento.

Duração

O lifting facial é uma técnica muito versátil e que pode, inclusive, ser associada com outras cirurgias no mesmo dia. Por isso, o tempo de duração é extremamente variável, podendo levar de 3h a até 5h.

Através de pequenos cortes no rosto, o cirurgião plástico abre espaço para conseguir remodelar os tecidos abaixo da pele, reposicionando a musculatura para promover mais volume em áreas com falta de tecido. Já se a paciente busca melhorar a aparência do pescoço, as incisões são realizadas abaixo do queixo. Graças à escolha criteriosa e precisa das incisões, as linhas ficam escondidas abaixo dos cabelos ou dos contornos naturais do rosto, evitando assim o surgimento de cicatrizes em locais aparentes.

Além disso, o lifting facial pode ser realizado apenas em uma área do rosto, pois é comum que linhas de expressão causem mais incômodo em uma ou outra região, e não necessariamente compreende uma operação geral na face. Os tipos mais comuns são:

Lifting cervicofacial

Realizada no rosto e no pescoço, busca promover aos tecidos a volta à sua posição original, tratando a flacidez da pele e dos músculos para construir uma silhueta mais agradável e jovial;

Lifting endoscópico

Com a ajuda de um sistema óptico, é possível realizar incisões menores sem limitar a extensão do descolamento, preservando estruturas nobres do rosto;

Lifting frontal

Lida especialmente com as marcas, rugas e músculos da região da testa;

Lifting temporal

Realizada na região temporal do rosto, ao lado dos olhos, melhorando muito o aspecto do local.

Como é a recuperação

Por ser uma região muito sensível e delicada do corpo, é recomendado um período de internação da paciente que pode levar de 12h a até 24h. Assim, é possível estar assistido de uma equipe médica especializada e preparada para analisar a evolução da recuperação e a aceitação do corpo às novas formas.

Os resultados começam a aparecer com a diminuição dos inchaços e hematomas, que normalmente aparecem após uma ritidoplastia. Nas duas primeiras semanas, edemas e equimoses são bastante comuns. Na maioria dos casos, é possível retomar as atividades normais entre duas a três semanas após a realização do procedimento, desde que sejam tomadas algumas precauções básicas, como evitar esforço físico por pelo menos um mês e tomar cuidado com a exposição solar por até dois meses. Além disso, é imprescindível que a paciente utilize todos os medicamentos recomendados e faça um acompanhamento pós-operatório com seu cirurgião.

Beleza que contagia

O lifting facial é perfeito para pessoas em busca de melhorar sua aparência facial, com um procedimento simples que traz resultados maravilhosos. Agende sua consulta e vamos conversar, a ritidoplastia pode ser justamente o que você precisa para viver com ainda mais alegria.

  • Estiver fisicamente saudável.
  • Não for fumante.
  • Tiver atitude positiva e expectativa realista sobre o procedimento.
  • Seguir as orientações pós operatórias.

O lifting facial é um procedimento reparador, que recupera e atenua sinais de envelhecimento, mas seu resultado não irá mudar a sua aparência ou interromper o processo de envelhecimento natural da pele.

É um procedimento que só deve ser realizado cirurgicamente, já que tratamentos não cirúrgicos de rejuvenescimento não possuem a mesma eficácia.

Utilize esta lista de perguntas como um guia durante sua consulta.

  • Você é especialista registrado na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica?
  • Você foi treinado, especificamente, no campo da Cirurgia Plástica?
  • Quantos anos de treinamento você possui?
  • Onde e como o procedimento será realizado?
  • A instalação do centro cirúrgico de seu consultório é autorizada pela Vigilância Sanitária?
  • Sou um bom candidato para este procedimento?
  • O que eu posso fazer para que os melhores resultados sejam obtidos?
  • Qual a técnica cirúrgica mais recomendada para o meu caso?
  • Qual o tempo de recuperação e que tipo de ajuda irei precisar neste período?
  • Quais os riscos e complicações associados ao procedimento?
  • Caso ocorram, como as complicações são tratadas?