Miniabdominoplastia

Semelhante à abdominoplastia, a miniabdominoplastia retira o excesso de pele da região supra púbica, abaixo do umbigo. Além disso, em alguns casos este procedimento pode costurar os músculos reto abdominais, e resulta em uma cicatriz menor que na abdominoplastia.

No geral, o procedimento é feito em pacientes que não são habilitados a uma abdominoplastia, pois não possuem flacidez suficiente para levar a pele acima do umbigo até o púbis.

É importante lembrar que a miniabdominoplastia não é um atalho para o tratamento da obesidade extrema, e não substitui a prática de exercícios e uma alimentação balanceada. Para realiza-la, você deve sempre procurar um cirurgião devidamente habilitado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), para todo procedimento plástico. Veja aqui a lista de médicos habilitados.

Antes de realizar a miniabdominoplastia, é preciso fazer uma avaliação clínica para analisar a condição da paciente. Observar sinais que possam comprometer os resultados, como alterações constantes de peso, gravidez ou outras cirurgias realizadas previamente. O seu cirurgião também irá solicitar os seguintes exames pré-operatórios, principalmente de sangue, raio x do tórax e abdômen, e exames de rotina como urina e eletrocardiograma.

Anestesia

Na miniabdominoplastia pode-se usar a anestesia geral, com efeito em todo o corpo. Raquidiana, aplicada de uma só vez nas costas, entre as vértebras, com ação imediata em uma única aplicação. Ou local, com sedação da paciente.

Duração do procedimento

A miniabdominoplastia é relativamente rápida, e leva de 1h a 2h, de acordo com a área a ser operada. É feita uma incisão na parte inferior do abdômen. Se retira a pele até a parte central para que seja possível visualizar a pele e gordura que serão ressecadas. É nessa hora que, quando se faz necessária, acontece a costura da musculatura abdominal. Realizado o procedimento, é feito o fechamento do local e, posteriormente, aplica-se um curativo.

Recuperação

É possível retornar às atividades cotidianas em uma semana após a realização da miniabdominoplastia. Porém é necessário tomar alguns cuidados. Os edemas e hematomas podem durar até 3 semanas, portanto a exposição ao sol deve ser evitada, para evitar a transformação dos inchaços e roxos em manchas. Após, em média, 4 meses, já é possível perceber os resultados finais. Outros cuidados contribuem para uma recuperação mais rápida. Manter a alimentação balanceada, deitar sempre com a barriga para cima, evitar exercícios físicos ou movimentos bruscos por 40 dias, podendo se estender a até 3 meses caso tenha sido feito costura da musculatura.

Utilize esta lista de perguntas como um guia durante sua consulta.

  • Você é especialista registrado na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica?
  • Você foi treinado, especificamente, no campo da Cirurgia Plástica?
  • A instalação do centro cirúrgico de seu consultório é autorizada pela Vigilância Sanitária?
  • Quantos procedimentos iguais a este você já realizou?
  • Sou um bom candidato para este procedimento?
  • Se eu engravidar. como ficará meu abdômen após a gravidez?
  • O que eu posso fazer para que os melhores resultados sejam obtidos?
  • Onde e como o procedimento será realizado?
  • Qual o tempo de recuperação e que tipo de ajuda irei precisar neste período?