Otoplastia

Otoplastia – Cirurgia Plástica em Porto Alegre

Otoplastia, um procedimento que multiplica a qualidade de vida. Viver com autoestima e bem-estar vai muito além de ter um corpo bem definido e um rosto bonito. Sentir-se bem com o próprio corpo requer aceitar e saber conviver com as formas do próprio ser, entendendo que o que nos torna realmente únicos e especiais são nossas particularidades. Pra muita gente, viver assim é possível; já para outras, o desconforto com a própria aparência pode ser um problema real que impacta diretamente em sua qualidade de vida.

Um dos principais incômodos relatados por pacientes é em relação ao formato de suas orelhas. Seja pela sua forma ou tamanho, orelhas muito grandes ou diferentes são motivo de constrangimento, e pessoas que têm as populares “orelhas de abano” constantemente sofrem com piadas e provocações. E quem mais passa por isso, ainda por cima, são crianças, o que torna o problema ainda mais delicado, pois o constrangimento público pode provocar problemas psicológicos a longo prazo.

Mas, felizmente, com as novas tecnologias da cirurgia plástica, que tanto avanço já trouxe para milhões de pessoas, foi desenvolvido um procedimento específico para resolver de vez este problema, devolvendo aos pacientes o bem-estar com o próprio corpo.

O que é a otoplastia

A otoplastia é um procedimento estético que corrige as deformidades das orelhas, sejam elas naturais ou causadas por algum tipo de trauma. Suas principais utilizações são recomendadas para pessoas com orelhas de abano (proeminentes), dobradas (constricta) ou grandes demais (macrotia), situações decorrentes de algum acidente e, ainda, para corrigir problemas de assimetria, tamanho e angulação. Isto porque, muitas vezes, as orelhas de um paciente são bonitas mas não são muito alinhadas, um dos lados parece mais alto do que o outro, e isto também pode gerar incômodos. Com uma otoplastia, é possível corrigir estas deformidades, melhorando não só a estética como também a qualidade de vida de um modo geral.

A partir de qual idade a otoplastia pode ser realizada?

Esta cirurgia é recomendada para pessoas acima de seis anos, pois é nesta idade que as orelhas atingem sua maturidade cartilaginosa. Antes disso, a otoplastia não deve ser realizada, pois pode comprometer severamente o desenvolvimento natural da região, prejudicando não somente a estética como ainda correndo riscos de comprometer a audição, quase garantindo que será necessária uma nova operação quando o paciente for mais velho e a região estiver melhor desenvolvida.

Quando o paciente se decide que quer fazer uma otoplastia, o primeiro e mais importante passo é escolher bem o cirurgião plástico que fará a operação. Com a popularização dos procedimentos, muitos médicos fazem cirurgias sem as condições ideais de segurança e limpeza, colocando em risco a saúde de seus pacientes, e aí, aquela cirurgia barata acaba saindo caro. Procure sempre um profissional de confiança, que seja reconhecido por sua competência no mercado e que seja devidamente habilitado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) para a realização deste e de qualquer outro procedimento plástico. Veja aqui a lista de médicos habilitados. Isto garante que a cirurgia será realizada seguindo rigorosos critérios, utilizando materiais de qualidade em um ambiente limpo.

Como é o procedimento

Na primeira consulta, é fundamental deixar claro o grau de incômodo que o paciente sente, pois é a partir disso que o cirurgião poderá escolher a melhor maneira de realizar a operação. Além disso, o profissional poderá avaliar qual o grau da deformidade.

Anestesia

Por ser um procedimento ambulatorial, que não exige uma estrutura médica complexa para o atendimento, a otoplastia é uma cirurgia relativamente simples. A anestesia pode ser tanto local com sedação ou geral, e sua baixa complexidade faz ela durar em torno de apenas 1h.

Duração do procedimento e tempo de internação

O cirurgião plástico fará uma pequena incisão atrás da orelha, seguindo pela dobra natural da pele. É por esta incisão que, em casos de orelhas muito grandes ou proeminentes, o excesso de pele será removido, fazendo ainda o ligamento da cartilagem. Já em casos de orelhas contidas, a região será cortada e remodelada para ter uma aparência mais natural. Seja qual for o tipo de cirurgia, o mais comum é que após o procedimento, sejam aplicados pontos internos, que são removidos naturalmente pelo organismo e, assim, não precisam ser removidos. A cicatriz é imperceptível e fica atrás da orelha. Após a realização, ainda é preciso ficar de 3h a até 12h em observação, para que uma equipe médica acompanhe as primeiras horas de adaptação do corpo e possa prestar auxílio caso seja necessário.

Pós-operatório (recuperação)

Ao iniciar-se a recuperação, é preciso ter consciência de que esta etapa do procedimento é tão importante para o resultado final quanto a própria operação. Em geral, é possível retomar atividades como ir à escola ou ao trabalho em até dois dias, seguindo as orientações médicas. O profissional irá recomendar a utilização de uma faixa modeladora por, no mínimo, um mês, evitando assim o risco da região sofrer algum trauma ou infecção. Já para a prática de esportes, o tempo de repouso pode durar até dois meses. Após um período que pode durar até dois dias, recomenda-se que o paciente retorne ao consultório médico para uma avaliação e remoção dos curativos. A cicatrização é variável e varia muito de paciente para paciente, portanto, é preciso que o próprio operado esteja atento a qualquer inconformidade.

Resultados aparentes para a sua felicidade

Nos primeiros dias após a remoção dos curativos, a região ainda estará bastante inchada, prejudicando assim uma comparação realista em relação ao objetivo do paciente. Mas, ainda assim, dependendo do nível da realização da otoplastia, é possível perceber a diminuição e reposicionamento das orelhas logo após o procedimento. Entre duas a três semanas, já próximas de seu estado natural, é possível perceber os primeiros resultados mais aparentes. O resultado final, com adaptação total do corpo, é previsto para um prazo de até seis meses.

Mas, além do resultado prático, a maior mudança que uma otoplastia pode proporcionar é na qualidade de vida dos pacientes. Não tem nada melhor do que viver e gostar do próprio corpo, abrindo portas para o bem-estar e a paz interior. Um procedimento rápido e seguro que pode fazer muito por você. Agende sua consulta e vamos conversar!

Veja aqui mais informações sobre a otoplastia:

  • For criança, adolescente ou adulto saudável, sem doenças com risco de vida ou com infecções crônicas não tratadas no ouvido.
  • For criança com mais de cinco anos, quando a cartilagem da orelha já está estável.
  • Cooperar e seguir as orientações médicas.
  • Não for fumante.
  • Tiver visão positiva e metas específicas quanto aos resultados.

Utilize esta lista de perguntas como um guia durante sua consulta.

  • Você é especialista registrado na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica?
  • Você foi treinado, especificamente, no campo da Cirurgia Plástica?
  • Quantos procedimentos deste tipo você já realizou?
  • Onde e como o procedimento será realizado?
  • A instalação do centro cirúrgico de seu consultório é autorizada pela Vigilância Sanitária?
  • Sou um bom candidato para este procedimento?
  • O que eu posso fazer para que os melhores resultados sejam obtidos?
  • Qual o tempo de recuperação e que tipo de ajuda irei precisar neste período?
  • Qual a técnica cirúrgica mais recomendada para o meu caso?
  • Quais os riscos e complicações associados ao procedimento?
  • Como as complicações são tratadas?